Segundo a GM, o homem tinha as mesmas características de um suspeito de ter roubado um carro e, de acordo com os agentes, ele os desacatou ao ser abordado. Guardas municipais de Cascavel são afastados após vídeo em que agridem homem
Três guardas municipais de Cascavel, no oeste do Paraná, foram afastados por tempo indeterminado pelo prefeito Leonaldo Paranhos (PSC) após um vídeo em que aparecem agredindo um homem. Veja o vídeo acima.
As imagens foram registradas por câmeras de monitoramento na noite do dia 22 de dezembro de 2018 e chegaram até o prefeito na quinta-feira (3), quando ele determinou o afastamento dos agentes.
No vídeo, um mototáxi é abordado por um carro da Guarda Municipal. Em seguida, o homem que está na garupa tira o capacete e desce da moto. Com as mãos na cabeça, ele e os agentes conversam e logo começa a receber chutes e socos dos agentes. O homem não reage e continua apanhando até ser colocado no carro.
Segundo a Guarda Municipal, ele tinha as mesmas características de um suspeito de ter roubado um carro na região e, de acordo com os agentes, os desacatou ao ser abordado.
Ele foi levado para a delegacia por desacato e liberado em seguida.
O advogado do homem agredido, Júlio Morbach, disse que vai protocolar uma representação para a abertura de um inquérito policial para apurar a agressão e outros possíveis crimes cometidos.
Ele também deve entrar com uma ação de indenização por danos morais contra a Prefeitura de Cascavel, responsável pela Guarda Municipal.
O homem teve vários hematomas pelo corpo, como no quadril, nas costelas e nas pernas
Arquivo Pessoal
Investigação
O diretor da Guarda Municipal, coronel Avelino José Novakoski, afirmou que a abordagem foi feita corretamente pelos guardas, com base em uma denúncia que tinha sido feita, porém o desfecho não ocorreu de acordo com as orientações que recebem e que, por isso, o caso será investigado.
“As imagens, no primeiro momento, chocam. Entendemos absolutamente necessária a instauração de um processo administrativo para que se sejam apuradas todas as ações e eventuais buscas de motivos que levaram àquela atitude aparente de agressões”, apontou.
O prazo para a conclusão do processo administrativo é de até 90 dias. Caso o abuso seja comprovado, os agentes podem ser advertidos e até exonerados.
Novakoski explicou ainda que, dependendo do que for apurado, o caso também pode ser investigado pela Polícia Civil.
Com as mãos na cabeça, suspeito e agentes conversam e logo começa a receber chutes e socos dos agentes; el não reage e continua apanhando até ser colocado no carro
Reprodução/RPC
Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.

Fonte: G1

Comentários Facebook
https://i2.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/01/guardas-municipais-de-cascavel-sao-afastados-apos-video-em-que-agridem-homem-assista.jpg?fit=540%2C720https://i2.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/01/guardas-municipais-de-cascavel-sao-afastados-apos-video-em-que-agridem-homem-assista.jpg?resize=150%2C150Conexão CorbéliaOeste e SudoesteSegundo a GM, o homem tinha as mesmas características de um suspeito de ter roubado um carro e, de acordo com os agentes, ele os desacatou ao ser abordado. Guardas municipais de Cascavel são afastados após vídeo em que agridem homem Três guardas municipais de Cascavel, no oeste...Dicas, curiosidades, entretenimento, notícias e tudo sobre Corbélia e região