Neymar marcou o terceiro gol da vitória do Santos por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim

Neymar marcou o terceiro gol da vitória do Santos por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim André Lessa/Estadão Conteúdo -15.3.2009

Neymar comemora nesta sexta-feira (15) dez anos do seu primeiro gol como profissional. Uma semana depois de estrear com a camisa do Santos, o jovem, então com apenas 17 anos e uma camisa de numeração maior do que comumente usaria, marcou de cabeça, na vitória por 3 a 0, sobre o Mogi Mirim, no Pacaembu. Mas você se lembra quem deu o passe para gol?

Roni, que fez muito sucesso com a camisa do Fluminense e defendia o Santos em 2009, foi quem fez a assistência. Um cruzamento na medida para o primeiro gol da jovem promessa, o primeiro dos 20 de cabeça do hoje jogador do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira. Segundo Roni, — que também deixou o seu gol na partida, junto com Paulo Henrique Ganso — Neymar estava ansioso.

COSME: O talento, a má sorte, a mágoa de um gênio. Morre Coutinho

“Ganhamos o jogo por 3 a 0. O gol dele [Neymar Jr] saiu de uma bola esticada na esquerda. Eu cruzei de canhota e o Neymar fez o gol de peixinho. Em seguida ele fez o gesto eternizado pelo Pelé, o do soco no ar e correu para me agradecer, até porque ele sabia que era um gol importante na vida dele. Todo atacante quer fazer logo o gol quando sobe para o profissional e tirar esse peso”, disse Roni.

Roni disse que sempre viu potencial em Neymar

Roni disse que sempre viu potencial em Neymar Reprodução/Instagram/@neymarjr

Já com larga carreira no futebol naquela época, Roni contou que já via um potencial craque em Neymar. Desde os primeiros anos na Baixada Santista, o jovem era tratado como uma joia. Hoje, aos 41 anos, Roni se diz feliz em ter sido importante na carreira do jogador.

Leia mais: Vai fazer falta? Veja quem desfalca seu time nas Datas-Fifa

“Ele é um moleque que desde que chegou ao Santos, notava que ele tinha algo diferente. Joguei várias partidas com Neymar e procurava orientá-lo de uma maneira, como em movimentações”, disse. “Tínhamos um carinho especial por ele. Eu o via sempre com o pai e a família e sempre dizia para manter a família perto porque, nos momentos difíceis, seriam os únicos a continuar do lado.”

Neymar ainda se recupera da segunda lesão no dedinho do pé direito. O atacante sofreu uma lesão, ainda em janeiro deste ano. A tendência é que o jogador volte a treinar apenas na metade de abril.

Confira a ficha técnica daquele jogo:

SANTOS 3 X 0 MOGI MIRIM

Santos: Fábio Costa; Luizinho, Fabão, Fabiano Eller e Triguinho; Pará, Germano, Lúcio Flávio e Paulo Henrique Ganso (Molina); Roni (André) e Neymar (Bolaños). Técnico: Vagner Mancini

Mogi Mirim: Marcelo Cruz; Anderson, Neguette, Thiago Couto (William) e Júlio César; Luís Henrique, Luciano Sorriso, Joelson (Rick) e Giovanni; Marcelo Régis (André Luís) e João Sales. Técnico: Paulo Campos

Data: 15/03/2009 (domingo)
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo
Árbitro: Márcio Roberto Soares
Auxiliares: Jumar Nunes Santos e Fabio Aparecido Gomes Ribeiro
Cartões amarelos: Bolaños (Santos), Luís Henrique, Neguette, Giovanni (Mogi Mirim)
Gols: Paulo Henrique Ganso, aos 12min; Roni, aos 23min; Neymar, aos 27min do segundo tempo

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Arte/R7


Fonte: R7

Comentários Facebook
https://i2.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/03/autor-de-passe-do-1o-gol-de-neymar-relembra-ansiedade-do-craque.jpg?fit=660%2C360https://i2.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/03/autor-de-passe-do-1o-gol-de-neymar-relembra-ansiedade-do-craque.jpg?resize=150%2C150Notícias FutebolFutebolNeymar marcou o terceiro gol da vitória do Santos por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim André Lessa/Estadão Conteúdo -15.3.2009 Neymar comemora nesta sexta-feira (15) dez anos do seu primeiro gol como profissional. Uma semana depois de estrear...Dicas, curiosidades, entretenimento, notícias e tudo sobre Corbélia e região