Rodrigo de Paula Pires adulterava salários, aumentava os valores e transferia o excedente para a conta dele. Dívida de ex-assessor que desviou dinheiro da Câmara de Ponta Grossa chega a quase R$ 10 milhões, diz MP Reprodução/RPC
A dívida do ex-assessor da Câmara Municipal de Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, Rodrigo de Paula Pires, condenado por desviar dinheiro público chega a quase R$ 10 milhões, de acordo com o cálculo do Ministério Público do Paraná (MP-PR).
Segundo o órgão, Rodrigo desviou mais de R$ 2,3 milhões através da folha de pagamento dos servidores entre 2004 e 2009. Mas no último cálculo do MP, com as correções e os juros, o valor chega a quase R$ 10 milhões. Além disso, há também uma multa que passa dos R$ 46 mil.
O ex-assessor tinha acesso à senha da conta bancaria da Câmara e também era responsável pelas despesas.
Rodrigo adulterava salários, aumentava os valores e transferia o excedente para a conta dele. Entre 2004 e 2009, ele desviou mais de R$ 2,3 milhões através da folha de pagamento dos servidores
Reprodução/RPC
Conforme o Ministério Público, o município poderia ter construído quase dez centros de educação infantis somando todos os valores que ainda não foram pagos.
No ano passado, ele foi intimado para uma tentativa de acordo para a devolução do dinheiro desviado, e o pagamento de todos os outros valores devidos. Porém, segundo o MP, na época ele disse que não tinha dinheiro. Agora, a promotoria pretende fazer uma nova proposta para que Pires vá pagando, nem que seja aos poucos, cada parcela, já que o ex-assessor está em liberdade e trabalhando.
Relembre o caso
Rodrigo de Paula Pires foi condenado a seis anos e oito meses por peculato, que é o desvio de dinheiro público. Ele cumpriu um ano e quatro meses, uma parte no regime semi aberto e outra com tornozeleira eletrônica.
Segundo o MP, depois disso, ele conseguiu o chamado induto pleno, ou seja, a pena foi extinta e o ex-assessor foi liberado.
Em depoimento ao Ministério Público, ele confessou o desvio e disse que fazia o esquema sozinho.
Uma auditoria também chegou a ser feita na Câmara de Ponta Grossa pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) confirmando os valores desviados, mas até agora, o dinheiro público embolsado por ele continua desaparecido.
Ele tinha acesso a senha da conta bancaria da Câmara e também era responsável pelas despesas
Divulgação/Câmara Municipal de Ponta Grossa
Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.

Fonte: G1

Comentários Facebook
https://i0.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/04/divida-de-ex-assessor-que-desviou-dinheiro-da-camara-de-pg-chega-a-quase-r-10-milhoes-diz-mp.jpg?fit=930%2C704https://i0.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/04/divida-de-ex-assessor-que-desviou-dinheiro-da-camara-de-pg-chega-a-quase-r-10-milhoes-diz-mp.jpg?resize=150%2C150Conexão CorbéliaOeste e SudoesteRodrigo de Paula Pires adulterava salários, aumentava os valores e transferia o excedente para a conta dele. Dívida de ex-assessor que desviou dinheiro da Câmara de Ponta Grossa chega a quase R$ 10 milhões, diz MP Reprodução/RPC A dívida do ex-assessor da Câmara Municipal de Ponta Grossa, nos...Dicas, curiosidades, entretenimento, notícias e tudo sobre Corbélia e região