Deyverson comemora gol no primeiro tempo

Deyverson comemora gol no primeiro tempo Nilton Fukuda/Agência Estado/10-04-19

O Palmeiras voltou a vencer na Libertadores, ao fazer 3 a 0 no Junior Barranquilla, nesta quarta-feira (10), no Allianz Parque, e se aproximar do San Lorenzo na liderança do grupo F.

O time comandado por Luiz Felipe Scolari tem 9 pontos, contra 10 da equipe argentina, que na terça-feira (9) venceu o Melgar por 2 a 0.

Leia mais: Ônibus do Palmeiras é apedrejado antes de jogo pela Libertadores

Depois de 270 minutos em branco, nas últimas três partidas, a equipe paulista voltou a marcar gols, com Deyverson, que fez de cabeça aos 19 do primeiro tempo. Aos 10 da etapa final, Dudu, destaque da partida, chutou de longe e fez 2 a 0. Hyoran completou, no minuto final, fazendo o terceiro, com o gol vazio.

O Palmeiras entrou em campo tenso por causa da pressão de torcedores que apedrejaram o ônibus dos jogadores no momento em que eles chegavam ao estádio. Mas eles não se abalaram e, mesmo sem jogarem uma grande partida, fizeram o suficiente para obter o resultado positivo. Revoltados com a atitude desses torcedores, comemoraram o gol em tom de desagravo.

O time jogo um futebol simples, baseado na marcação a partir do meio-campo e nas saídas em velocidade, com Dudu fazendo ao mesmo tempo a função de ponteiro e de meia puxador de contra-ataques. Ele voltou a ter uma atuação convincente, sendo o destaque do time, ao lado de Deyverson. 

Desde os primeiros minutos, o Palmeiras se organizou para evitar as investidas do adversário. E elas ocorreram no início, com tentativas de Luis Díaz e recuos do atacante Téo Gutierrez, tentando confundir os zagueiros Luan e Gustavo Gómez.

Mas eles se mantiveram firmes e, aos poucos, o Palmeiras foi ganhando volume de jogo. A partir dos 10, dominava mais as ações, invertendo jogadas e tocando rápido no meio, com investidas de Zé Rafael, que começou o jogo no lugar de Ricardo Goulart, e a boa movimentação de Dudu.

O gol veio naturalmente. Aos 19, Scarpa cobrou falta venenosa, Viera rebateu e depois defendeu chute de chapa de Dudu. Na sobra, Deyverson fez de cabeça, 1 a 0. Tendo de ir para a frente, o Junior deu ainda mais espaços.

Dudu, aos 23, quase marca de dentro da área. Mas, com o jogo aberto, o Junior também oferecia perigo e, aos 25, Hernández tabela e chuta rasteiro, com a bola passando rente à trave.

Mesmo controlando as ações, o Palmeiras optou por marcar atrás e deixar o Junior tocar, sem que a equipe colombiana encontrasse espaços na parte final do primeiro tempo.

Leia mais: Após um ano, Dudu vive nova turbulência com os torcedores do Palmeiras

Etapa final

O jogo recomeçou exatamente como terminou o primeiro tempo. O Junior tentava tocar a bola sem conseguir ameaçar a meta palmeirense.

Tranquilo e consciente, o Palmeiras segurou o adversário. Dudu, com boa movimentação, apareceu na meia direita aos 10 do segundo tempo, se aproximou da área ao receber um passe de lado e chutou no alto do gol, fazendo 2 a 0.

Com a vantagem, o jogo ficou como o técnico Scolari gosta: o adversário ficou atônito, se abriu. O Palmeiras se tranquilizou de vez na partida. E Felipe Pires entrou para dar mais velocidade ao Palmeiras, diante de um adversário desgastado.

Restou ao time colombiano arriscar de longe. Aos 13, Weverton fez boa defesa após chute de Hernández.

Mas era o Palmeiras quem ditava o ritmo. E a equipe só não fez o terceiro aos 34 porque Viera fez uma defesa incrível. Ele impediu que Scarpa fizesse, praticamente com o gol vazio, após receber passe de Felipe Pires na pequena área.

Mas, no minuto final, Hyoran compeltou para o gol vazio, após receber belo passe de letra de Dudu: 3 a 0.

Na próxima rodada do grupo, a penúltima desta primeira fase, o Palmeiras vai a Arequipa, Peru, enfrentar o Melgar, no próximo dia 25. O San Lorenzo, que ainda não perdeu, visita no mesmo dia o Junior Barranquilla.

Ficha técnica

PALMEIRAS X JUNIOR BARRANQUILLA

Local: Allianz Parque, São Paulo
Data e horário: quarta-feira (10 de abril), às 21h30
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Assistentes: Raul Orellana (CHI) e Edson Cisternas (CHI)
Cartão amarelo: Rafael Pérez, Luan, Bruno Henrique, Luis Díaz
Gols: Deyverson, aos 19 do primeiro tempo; Dudu, aos 10 e Hyoran, aos 45 do segundo tempo

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Zé Rafael (Felipe Pires) Gustavo Scarpa (Hyoran); Dudu e Deyverson (Ricardo Goulart). Técnico: Luiz Felipe Scolari

JUNIOR BARRANQUILLA: Viera; Piedrhita, Pérez, Jefferson Gómez e Gutiérrez; Narváez, Cantillo, Sebástian Hernández (Moreno), Sambueza e Luis Díaz (Hinestroza, depois Michael Rangel); Téo Gutierrez. Técnico: Luis Fernando Suarez

Negócio fechado! Veja as contratações do mercado da bola



Fonte: R7

Comentários Facebook
https://i1.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/04/sob-tensao-palmeiras-volta-a-marcar-e-vence-junior-barranquilla.jpg?fit=460%2C305https://i1.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/04/sob-tensao-palmeiras-volta-a-marcar-e-vence-junior-barranquilla.jpg?resize=150%2C150Notícias FutebolFutebolDeyverson comemora gol no primeiro tempo Nilton Fukuda/Agência Estado/10-04-19 O Palmeiras voltou a vencer na Libertadores, ao fazer 3 a 0 no Junior Barranquilla, nesta quarta-feira (10), no Allianz Parque, e se aproximar do San Lorenzo na liderança do...Dicas, curiosidades, entretenimento, notícias e tudo sobre Corbélia e região