O goleiro Sidão passou por uma humilhação em rede nacional ao receber no último fim de semana um irônico troféu de ‘Craque do Jogo’ mesmo tendo falhado, na derrota do Vasco, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. A história do futebol brasileiro, no entanto, mostra que existe a volta por cima com exemplos de humilhados que acabaram exaltados

Antes de ser tetracampeão do mundo, Taffarel já havia sido achincalhado pela imprensa e por torcedores brasileiros. Quem não se lembra, por exemplo, da cobrança “Sai que é sua, Taffarel”? Depois, o bordão até virou um incentivo, mas veio de cobranças e mais cobranças, sobretudo, depois da falha do camisa 1 nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1994, na então humilhante derrota do Brasil para a Bolívia

Ainda na história recente da seleção brasileira, Júlio Cesar saiu da Copa do Mundo de 2010 como o grande vilão da eliminação, nas quartas de final, ao lado do volante Felipe Melo. O goleiro, no entanto, ainda foi o titular da equipe quatro anos depois e, antes do 7 a 1, era um tido como um dos grandes da posição. Já nos últimos momentos de carreira, despediu-se do futebol em 2018, junto de sua torcida, no Flamengo

Fábio recomeçava sua carreira no Cruzeiro em 2007 quando levou o famoso “gol de costas”, justamente em um clássico contra o Atlético-MG, em pleno Mineirão. O camisa 1 voltava para a sua meta quando não percebeu que a bola estava em jogo e acabou levando um gol do atacante Vanderlei. A pressão foi grande, mas o jogador conseguiu dar a volta por cima e tornou-se um dos ícones do Cruzeiro

Depois de ótimas atuações pelo Figueirense, Alex Muralha chegou ao Flamengo para o início da temporada de 2016. O atleta chegou a viver um bom momento, mas foi alvo de duras críticas depois da derrota na final da Copa do Brasil para o Cruzeiro. Na decisão por pênaltis, ele pulou para o mesmo lado em todas as cobranças. Diante de tamanha pressão, Muralha foi emprestado para o Albirex Niigata, do Japão. Hoje, o atleta segue seu trabalho no Coritiba

A história de Jaílson também é inspiradora. O goleiro palmeirense, então terceiro goleiro alviverde, saiu de anônimo para um dos heróis do título do Brasileiro de 2016. Naquela ocasião, Jaílson desbancou Fernando Preass e Vagner e terminou a campanha vitoriosa sem perder uma partida sequer


Fonte: R7

Comentários Facebook
https://i0.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/05/sidao-tem-exemplos-de-goleiros-humilhados-que-foram-exaltados.jpg?fit=660%2C330https://i0.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/05/sidao-tem-exemplos-de-goleiros-humilhados-que-foram-exaltados.jpg?resize=150%2C150Notícias FutebolFutebolO goleiro Sidão passou por uma humilhação em rede nacional ao receber no último fim de semana um irônico troféu de ‘Craque do Jogo’ mesmo tendo falhado, na derrota do Vasco, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. A história do futebol brasileiro, no entanto, mostra que existe a volta...Dicas, curiosidades, entretenimento, notícias e tudo sobre Corbélia e região