Segundo a Polícia Militar, estelionatários clonam anúncios e dados para trocar mensagens com compradores e vendedores por meio de aplicativos de mensagem. Estelionatários utilizam documentos e dados enviados pelas vítimas para aplicarem o golpe
Reprodução/RPC
Nove pessoas foram vítimas de um golpe envolvendo a venda de veículos pela internet, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná. Segundo a Polícia Militar (PM), as ocorrências foram registradas nos últimos 30 dias.
De acordo com a PM, os estelionatários clonavam anúncios de venda de veículos feitos na internet por meio de redes sociais e sites de comércio eletrônico. Ainda de acordo com a PM, os anúncios feitos pelos suspeitos tinham um valor menor do que praticado pelo mercado.
A polícia informou que, no processo de negociação, os estelionatários se passavam por vendedores do veículo aos possíveis compradores e, ao mesmo tempo, como interessados na compra ao verdadeiro proprietário do automóvel.
Conforme a PM, compradores e vendedores chegavam a se encontrar antes da venda do veículo sem a presença dos suspeitos. Para isso, a polícia disse que os estelionatários induziam as vítimas a não negociar valores.
Durante todo o processo, a PM informou que os estelionatários trocavam informações por meio de aplicativos de mensagens. Segundo a polícia, quando o comprador fechava o negócio, os suspeitos enviavam uma conta para depósito no nome de um terceiro.
Esquema
Um policial que preferiu não ser identificado relatou que quase caiu no golpe ao tentar comprar uma motocicleta por um site de comércio eletrônico. Ele conta que, durante a conversa com os suspeitos, enviou um documento pessoal com dados para provar a identidade.
Após a conversa, segundo o policial, os estelionatários usaram uma foto dele, além de dados pessoais para aplicarem golpes. A vítima percebeu que se tratava de uma armadilha quando um amigo, que estava vendendo um carro, entrou em contato avisando que uma pessoa se passando pelo policial tentava negociar o veículo. “É um plano bem articulado. Antes se eu tivesse caído nesse golpe. Esse documento meu está me tirando o sono”, disse.
De acordo com vítima, após o ocorrido, mais de 30 casos envolvendo dados pessoais já foram encontrados por ele em redes sociais. Em um deles, conforme o policial, uma vítima chegou a perder mais de R$ 30 mil.
Por um aplicativo de mensagens, o homem recebeu áudios de um suspeito se passando por ele para uma vítima. Em uma dessas mensagens, o suspeito diz para o comprador não andar com dinheiro em mãos. “Eu como policial vou te dar uma sugestão: não ande com tais valores em mãos, porque nos dias de hoje a gente não pode confiar em ninguém. Pra você andar com R$ 18 mil em mãos, eu mesmo não faria isso”, disse o estelionatário à vítima em um áudio cedido pelo policial.
A Policia Militar ainda não divulgou um balanço com o prejuízo das vítimas.
Veja mais notícias da região do G1 Campos Gerais e Sul.

Fonte: G1

Comentários Facebook
https://i1.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/07/nove-vitimas-caem-em-golpe-envolvendo-a-venda-de-veiculos-pela-internet-em-ponta-grossa.jpg?fit=1024%2C569https://i1.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/07/nove-vitimas-caem-em-golpe-envolvendo-a-venda-de-veiculos-pela-internet-em-ponta-grossa.jpg?resize=150%2C150Conexão CorbéliaOeste e SudoesteSegundo a Polícia Militar, estelionatários clonam anúncios e dados para trocar mensagens com compradores e vendedores por meio de aplicativos de mensagem. Estelionatários utilizam documentos e dados enviados pelas vítimas para aplicarem o golpe Reprodução/RPC Nove pessoas foram vítimas de um golpe envolvendo a venda de veículos pela internet,...Dicas, curiosidades, entretenimento, notícias e tudo sobre Corbélia e região