YouTube tem hoje quase dois bilhões de usuários registrados e é um dos canais preferidos para aprendizagem – pelo jeito, de muita coisa errada – sobre aquecimento global. Segundo estudo publicado na revista Frontiers in Communication, a maior parte dos vídeos disponíveis ali sobre alterações climáticas opõem-se aos relatórios do Painel Intergovernamental sobre as Alterações Climáticas (IPCC) da ONU.

Se a ciência diz que os seres humanos são a principal causa das mudanças abruptas no clima, segundo Joachim Allgaier, pesquisador sênior em Sociedade e Tecnologia da RWTH Aachen University na Alemanha, a maioria dos vídeos disponíveis no YouTube encara o aquecimento global como hoax ou “conspiração”.

Leia mais…

Fonte: Tecmundo

Comentários Facebook
Conexão CorbéliaInternetTecnologiaO YouTube tem hoje quase dois bilhões de usuários registrados e é um dos canais preferidos para aprendizagem – pelo jeito, de muita coisa errada – sobre aquecimento global. Segundo estudo publicado na revista Frontiers in Communication, a maior parte dos vídeos disponíveis ali sobre alterações climáticas opõem-se aos relatórios do Painel Intergovernamental sobre as...Dicas, curiosidades, entretenimento, notícias e tudo sobre Corbélia e região