Corbélia também tem sua lenda!

Segundo relato feito pelo senhor Paulo Zaquette, no final dos anos 1970, quando este vivia na região da comunidade São Roque, costumavam acontecer coisas estranhas e até hoje os habitantes da região contam estas histórias. À noite, por volta das dez horas, surgia em meio à plantação e até mesmo fora dela, o que parecia ser línguas de fogo que se chocavam no ar, rodopiando. Quando iam verificar o local onde estas imagens apareciam, nada havia sido queimado, ou pisoteado. As pessoas que ali viviam e vivem, dizem que se trata de um Boitatá. Dizem que se as pessoas passarem no local das aparições, principalmente à noite, se não quiserem ser atacadas por este Boitatá, elas deveriam prender uma faca entre os dentes, porque segundo superstição, esse era um meio de proteção contra a aparição. Nos dias atuais, esses relatos são mais vagos. Entretanto, existem muitas pessoas que lá vivem e que afirmam que existe algo de estranho no lugar. Uns dizem que é um espírito que necessita de orações, ou que provavelmente estes espíritos, ou espírito, querem mostrar algo que esteja enterrado na região. Alguns trabalhadores da pedreira daquela localidade afirmam, ainda, que existe sim algo de estranho, pois eles já presenciaram alguns acontecimentos, como pedras que são atiradas nas barracas (eles utilizavam barracas de lona nos acampamentos na pedreira). Estas pedras entram nas barracas, sem, entretanto, perfurarem a lona.

Fonte: narrada por Paulo Zaquette. Ficha preenchida por Daiane Peroza.

Fonte: Cidadão Paranaense 

 

Viu algum erro? quer adicionar uma informação?  Colabore com o autor. Clique aqui e nos ajude a melhorar a matéria!

Comentários Facebook
https://i0.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2013/12/boitata.jpg?fit=620%2C400https://i0.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2013/12/boitata.jpg?resize=150%2C150LeonanCorbéliaCuriosidadesBoitatá,Corbélia,Lenda Corbélia,Lendas,Lendas Urbanas,paranaCorbélia também tem sua lenda! Segundo relato feito pelo senhor Paulo Zaquette, no final dos anos 1970, quando este vivia na região da comunidade São Roque, costumavam acontecer coisas estranhas e até hoje os habitantes da região contam estas histórias. À noite, por volta das dez horas, surgia em meio à plantação e até...Dicas, curiosidades, entretenimento, notícias e tudo sobre Corbélia e região