A instabilidade que se viu em todos os cenários do Vasco em 2018 se resume nas dificuldades que os laterais tiveram para emplacar boas sequências. Por conta de lesões graves, atuações pouco convincentes e até diferentes avaliações dos treinadores, o mais difícil foi haver continuidade na direita e na esquerda. O Cruz-Maltino trabalha para, desta vez, um ano melhor também neste sentido.

Para tanto, Cláudio Winck e Cáceres foram contratados. O jovem Rafael França é terceira opção e Rafael Galhardo não está nos planos para este ano. O contraste com o ano passado já começa aí, visto que era ele o único de origem como opção natural. Yago Pikachu é ponta há tempos, Lenon era volante de origem e Luiz Gustavo é zagueiro.

Sem empolgação: Vasco entra na temporada sabendo de seus limites

Na esquerda, Ramon só estará à disposição novamente para o Campeonato Brasileiro, de modo que Henrique ganhou a companhia de Danilo Barcelos. Ainda há Alan Cardoso na pré-temporada, correndo por fora.

“Todos que estão querem ajudar o Vasco. O nosso objetivo é brigar na parte de cima, lutar por títulos. É uma temporada longa, com muitas lesões e cartões, sofremos bastante com isso no ano passado, então você precisa ser qualificado. Todo mundo precisa estar bem sempre. Iremos enfrentar grandes times e precisamos ter boa reposição em todas as posições”, afirmou ao site oficial do Vasco.

Três contratações foram feitas e há três opções para cada lado. Ainda não há definição de quais serão os titulares, mas não vai faltar opção para o técnico Alberto Valentim, que deverá conseguir diminuir a quantidade de improvisações. E considerando que o ano já começa menos turbulento do que o anterior, a tendência é quem ganhar chance ter número maior de jogos para mostrar serviço. Tudo com um objetivo só.

“Espero ajudar o Vasco a ter um desempenho melhor do que foi na temporada do ano passado. Foi um ano de muitas dificuldades, tivemos muitos problemas, e precisamos dar uma reviravolta. A nossa expectativa é que o ano seja vitorioso, com briga na parte de cima, títulos. É isso que precisa almejar quando se veste a camisa do Vasco. Será uma temporada de muito trabalho para nós”, concluiu Henrique.

Ronaldinho crava pés em desfalcada Calçada da Fama do Maracanã

 

Cláudio Winck e Raul Cáceres foram contratados este ano

Cláudio Winck e Raul Cáceres foram contratados este ano Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
Rafael França é o mais jovem lateral-direito

Rafael França é o mais jovem lateral-direito Lance
Danilo Barcelos chegou por empréstimo

Danilo Barcelos chegou por empréstimo Lance
Alan Cardoso é revelado em São Januário

Alan Cardoso é revelado em São Januário Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
Henrique é o jogador há mais tempo no Cruz-Maltino

Henrique é o jogador há mais tempo no Cruz-Maltino Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

 


Fonte: R7

Comentários Facebook
https://i0.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/01/vasco-comeca-2019-em-busca-de-estabilidade-tambem-nas-laterais.jpg?fit=660%2C360&ssl=1https://i0.wp.com/noticias.conexaocorbelia.com/cnx-crbx/uploads/2019/01/vasco-comeca-2019-em-busca-de-estabilidade-tambem-nas-laterais.jpg?resize=150%2C150&ssl=1Notícias FutebolFutebolA instabilidade que se viu em todos os cenários do Vasco em 2018 se resume nas dificuldades que os laterais tiveram para emplacar boas sequências. Por conta de lesões graves, atuações pouco convincentes e até diferentes avaliações dos treinadores, o mais difícil foi haver continuidade na direita e na...Dicas, curiosidades, entretenimento, notícias e tudo sobre Corbélia e região